fbpx

A portuguesa que encantou brasileiros

 Com os seus e-books, a portuguesa conquistou os leitores brasileiros.

A Portuguesa Sofia Silva, escritora e autora de “Sorrisos quebrados”.

Portuguesa na Bienal do Livro do Rio

Em dezembro de 2014, a portuguesa Sofia Silva publicou sua primeira história na plataforma de autopublicação Wattpad, estimulada por amigas. De repente, o que era um conto se tornou o primeiro capítulo de um romance, que depois virou o primeiro livro de uma série, para atender aos pedidos dos leitores: seus textos tiveram um milhão de visualizações, e seus livros tiveram 700 mil acessos no serviço de assinatura da Amazon, Kindle Unlimited. Num caso raro de sucesso além-mar, a maioria dos fãs de Sofia é brasileira, e ela vem ao país pela primeira vez para participar da Bienal do Livro do Rio, no dia 3 de Setembro, no Riocentro. No evento, ela vai conversar com leitores e autografar “Sorrisos quebrados” (Valentina), seu primeiro livro publicado por uma editora, em um dos espaços mais nobres do evento, o Auditório Maracanã, com capacidade para 400 pessoas.

Amor entre traumatizados

Todos os romances da Portuguesa se passam numa clínica onde estão pacientes que sofreram algum tipo de violência ou trauma — onde estão pessoas “quebradas” de alguma forma. É neste espaço que os protagonistas de “Sorrisos quebrados”, Paola e André, se conhecem. Paola se interna na clínica após quase ser assassinada pelo ex-marido, em uma sequência bastante forte logo na abertura do romance. Já André frequenta o mesmo lugar com a filha, Sol, também em busca da superação de um passado traumático. É neste espaço de recuperação que os dois se apaixonam. A escritora diz que quis humanizar as histórias das vítimas.

— Os temas são muito pesados. Por isso trabalho com uma escrita poética. Eu escrevo porque é preciso. Quero que as pessoas, ao lerem uma notícia de violência, pensem que poderia ter sido a Paola. Hoje, só leem os títulos e passam batidos pelas histórias. “Mulher assassinada pelo marido”. Não é mais uma. Por isso foco em temas como violência doméstica, trauma, abuso sexual, deficiência física — afirma Sofia.

Bienal, o maior evento literário do país

Sofia diz que, em Portugal, nem de longe tem o sucesso que alcançou pelo Brasil. Nenhuma editora de seu país se interessou em publicar os seus livros. Já na Bienal do Livro do Rio, a autora vai ocupar o mesmo espaço que grandes nomes internacionais já confirmados, como a best-seller britânica Paula Hawkins.

 Com os seus e-books, a portuguesa conquistou os leitores brasileiros.

O maior evento literário do Brasil – Bienal do Livro do Rio, Brasil.

 

 Com os seus e-books, a portuguesa conquistou os leitores brasileiros.

Bienal do Livro do Rio, Brasil.

Espaço Geek

A Bienal do Livro do Rio acontece de 31 de agosto a 10 de setembro e terá 950 expositores. A expectativa é de receber 600 mil pessoas nos onze dias de evento. Uma das novidades deste ano é o espaço Geek e Quadrinhos, com debates e atividades abertas ao público.

 

 

Fonte: O Globo