Conselhos para donos de animais de estimação

Não há evidências científicas de que cães ou gatos possam transmitir o vírus

Com o objetivo de promover a saúde pública e esclarecer algumas dúvidas, relembramos alguns cuidados a ter com o seu animal de estimação:
– Quando passear o seu cão, deve tomar algumas precauções, fazendo passeios de curta duração e distância, mantendo a distância recomendada de humanos e animais, evitando aglomerados e tendo especial cuidado na remoção dos dejetos do seu animal, colocando-os nos locais apropriados. Deve, também, evitar tocar na cara, boca ou olhos, fazendo a higienização das patas dos animais após os passeios no exterior e higienizando as suas mãos em seguida;
– Por uma questão de precaução, tenha em casa alimento e medicação (se necessário) para o seu animal para um período mínimo de 15 dias;
– Se fizer parte de um grupo de risco, peça a um familiar ou serviço próprio que passeie o seu animal de estimação.

Em caso de necessidade, deverá contactar via telefónica o seu Médico Veterinário assistente, seguindo as instruções e reservando as deslocações para casos urgentes. Em caso de dúvidas relacionadas com os animais de estimação, deverá contactar o seu Médico Veterinário, para que este lhe possa transmitir informações fiáveis.
Apelamos a todos os gaienses que não abandonem o seu animal de estimação, lembrando que não existem evidências científicas de que os animais de companhia, como cães e gatos, possam transmitir o novo coronavírus aos humanos.

Leave a Comment