Jardim do Morro revitalizado

Intervenção municipal pretende desenvolver o potencial do espaço público
16-04-2016

Avança no verão a requalificação do Jardim do Morro. O investimento é de 500 mil euros e pretende desenvolver a zona de entrada da cidade. Para Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara Municipal de Gaia, o Jardim do Morro está aquém do seu potencial.

“O Jardim do Morro tem um grande potencial e pode constituir-se como elemento patrimonial muito importante para Gaia. Por isso, assumimos um grande projeto polifacetado com uma grande componente ambiental”, destacou Eduardo Vítor Rodrigues, na sua intervenção.

O projeto prevê a ampliação da zona relvada. Será construído um anfiteatro ao ar livre, que vai substituir o palco que será demolido. A gruta, o lago e o miradouro vão ser recuperados. O parque infantil vai ser alargado e um novo parque geriátrico vai ser construído. Prevê-se, também, a colocação de novos sanitários. O concurso público vai decorrer até final de maio.

“O Município tem-se esforçado por edificar projetos inteligentes e sustentáveis e na defesa de um modelo humanista e ambicioso”, contextualizou o Presidente da Câmara Municipal de Gaia.

A requalificação do Jardim do Morro insere-se num projeto global de recuperação da Avenida da República e da zona envolvente. Na zona do miradouro será colocado um leitor de paisagem direcionado aos turistas. No sopé da Serra do Pilar está prevista a recuperação do património religioso.

“A requalificação do jardim articula-se muito bem com o compromisso de recuperação da Capela do Senhor do Além, que já foi assumido pelo Município e pela empresa Douro Azul”, explicou Eduardo Vítor Rodrigues.

O projeto de requalificação do Jardim do Morro foi desenvolvido por uma equipa municipal constituída por Nuno Oliveira, Nuno Cunha Gomes e Francisco Saraiva e divide o jardim em três áreas: jardim romântico, área panorâmica e área de equipamentos.

“Os acessos serão mantidos e recuperados. As zonas a intervencionar não vão alterar a identidade do jardim”, salientou o arquiteto paisagista municipal Nuno Cunha Gomes.

A apresentação do projeto decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Em breve, será anunciado o plano municipal de abandono do glifosato. Trata-se de um herbicida nocivo para as plantas e para a saúde.

http://www.cm-gaia.pt/portais/_cmg/Noticia.aspx?contentid=1D96809480CO

Leave a Comment