RallySpirit Altronix volta a dar espetáculo em Gaia

  • por
Depois de dois anos de afirmação, o RallySpirit Altronix volta a «respirar» adrenalina, prometendo levar para a estrada, a 10 e 11 de novembro, em Vila Nova de Gaia e na vila do Coronado (Trofa), uma autêntica legião de fãs. A apresentação oficial decorreu no dia 31 de outubro, na Câmara Municipal de Gaia, e contou com a presença do presidente da autarquia, Eduardo Vítor Rodrigues, do vereador com o pelouro do Desporto, José Guilherme Aguiar, do presidente da Junta de Freguesia do Coronado, José Ferreira, e de Pedro Ortigão, responsável da Xikane. Além dos convidados institucionais, a cerimónia contou ainda com a presença de Armindo Araújo. Depois de quatro anos de total ausência dos ralis, o ex-piloto da equipa oficial WRC Team MINI Portugal aceitou o convite da organização para ser uma das figuras da prova e pilotar um Mitsubishi Lancer Evo, o carro com que conquistou os dois títulos mundiais de PWRC.
“Este evento, que no ano passado assumimos como uma experiência, teve um enorme impacto. Começou a ganhar um caminho para fazer parte de um calendário mais regular em Vila Nova de Gaia. Para nós, foi um orgulho enorme perceber que a organização tinha vontade de continuar e de voltar. Queremos continuar a fazer parte do vosso trilho”, afirmou Eduardo Vítor Rodrigues, que não esqueceu ainda o impacto que esta iniciativa tem a nível turístico. “O crescimento do turismo tem de ser alimentado com uma lógica de diversificação de iniciativas e, por isso, acredito que eventos como este são uma transição para internacionalizar a nossa região. Os eventos não valem apenas pelo seu potencial mas também pelo seu contributo para a diversificação de públicos, cativando, desta forma, uma dinâmica turística que vai muito além de uma mera visita ao centro histórico”, garantiu o autarca.
Se, em 2016, a estrela maior foi Miki Biasion, no Lancia Rally 037, desta feita o protagonista do RallySpirit será o ex-campeão do mundo de ralis, Ari Vatanen, que promete dar espetáculo ao volante de um Ford Escort WRC, igual ao que guiou na equipa oficial da Ford, no final da sua carreira no Campeonato do Mundo de Ralis.
Para Pedro Ortigão, “com pilotos tão credenciados e máquinas tão emotivas como as que se apresentarão à partida da terceira edição do RallySpirit Altronix, está garantido um grande espetáculo para o público. A confirmação de Ari Vatanen como cabeça de cartaz da prova, o regresso de Armindo Araújo à competição e a presença de pilotos com tantos títulos no palmarés confirma, também, a evolução do evento. Com cem equipas inscritas, muitas delas com carros diferentes dos que normalmente se veem nos ralis, e com a envolvência proporcionada pelos bonitos cenários de Vila Nova de Gaia e da Vila do Coronado, o RallySpirit tem tudo para atrair multidões”.
O RallySpirit, que volta a ter Vila Nova de Gaia e a vila do Coronado como principais polos operacionais, será disputado ao longo de nove provas especiais de asfalto. Tripla passagem pela classificativa da Serra (9,50 quilómetros) e duplas passagens pelas especiais do Coronado (6,15 quilómetros) e Assunção (4,20 quilómetros) prometem um rali emocionante, onde a novidade da Super Especial «Gaia» (disputada no Quartel da Serra do Pilar às 21h13 do dia 10) e a partida simbólica na marginal de Gaia (às 21h no dia 10) muito ajudarão a aquecer o ambiente.